ENVÍO GRATIS A ESPAÑA en pedidos superiores a 20 €

Urban Sketching
Guia completo de técnicas de desenho urbano

Un libro de Thomas Thorspecken

Agotado

Avísame cuando este producto tenga stock:
Correo electrónico:
20,00 €

O urban sketching, o desenho dos espaços urbanos, está se convertendo em um fenômeno de massas. A cada dia, aumenta o número de pessoas que se unem a este movimento criativo que se propõe a relatar a realidade cotidiana em primeira pessoa por meio do desenho, celebrar a diversidade de abordagens e compartilha-las com os outros. Fazer isso tudo é mais simples do que parece: você apenas precisa de papel, lápis e vontade. Se for aberto e curioso, nunca deixará de encontrar a seu redor histórias interessantes para contar em seus desenhos.

Neste livro, Thomas Thorspecken aborda desde alguns princípios básicos de desenho até questões específicas da crônica urbana ilustrada, analisa as técnicas e os recursos de expressão de inúmeros ilustradores, desenhistas e artistas gráficos e oferece uma infinidade de macetes e conselhos para que você se familiarize com o universo do desenho urbano. Os urban sketchers são autênticos repórteres visuais que combinam uma grande capacidade de observação, a habilidade de usar o nível de detalhamento adequado e a maestria no uso dos materiais e das técnicas de representação gráfica. Este guia lhe ensinará a se tornar um deles.

Descripción técnica del libro:

21.5 x 28cm
128 páginas
Portugués
ISBN/EAN: 9788565985529
Rústica
2014 (2ª tirada)
Descripción
Descripción

Detalles

O urban sketching, o desenho dos espaços urbanos, está se convertendo em um fenômeno de massas. A cada dia, aumenta o número de pessoas que se unem a este movimento criativo que se propõe a relatar a realidade cotidiana em primeira pessoa por meio do desenho, celebrar a diversidade de abordagens e compartilha-las com os outros. Fazer isso tudo é mais simples do que parece: você apenas precisa de papel, lápis e vontade. Se for aberto e curioso, nunca deixará de encontrar a seu redor histórias interessantes para contar em seus desenhos.

Neste livro, Thomas Thorspecken aborda desde alguns princípios básicos de desenho até questões específicas da crônica urbana ilustrada, analisa as técnicas e os recursos de expressão de inúmeros ilustradores, desenhistas e artistas gráficos e oferece uma infinidade de macetes e conselhos para que você se familiarize com o universo do desenho urbano. Os urban sketchers são autênticos repórteres visuais que combinam uma grande capacidade de observação, a habilidade de usar o nível de detalhamento adequado e a maestria no uso dos materiais e das técnicas de representação gráfica. Este guia lhe ensinará a se tornar um deles.

Thomas Thorspecken estudió ilustración en la School of Visual Arts de Nueva York y ha trabajado en Walt Disney Feature Animation. En su blog Analog Artist Digital World comparte diariamente sus dibujos con la comunidad de los urban sketchers.

Índice de contenidos
Índice de contenidos
Sumário
 
Introdução
 
Capítulo 1. Instrumentos e tecnicas
Instrumentos para o traçado de linhas
Instrumentos para croquis coloridos
Blocos de croquis
A preparação
Aulas com modelo vivo
O desenho da figura humana
O traçado
O desenho de contornos
A criação do valor tonal em preto e branco
A paleta de cores
Valor tonal e cor
A leitura do croqui
Ferramentas digitais para aprimorar seus desenhos
 
Capítulo 2. Como passar ao meio urbano
Saia do ateliê
Croquis no local
Pequenos croquis de estudo
A composição
Perspectivas cônicas: um ponto de fuga
Perspectivas cônicas: dois ou três pontos de fuga
Perspectivas cônicas: curvas com três pontos de fuga
Perspectivas: como vê-las
Espaço e distância: interiores
Espaço e distância: exteriores
Registrando a cidade em transformação
A âncora de um croqui
Estudos detalhados
A natureza na cidade
 
Capítulo 3. Coloque pessoas e animais em seu mundo
Pessoas em contexto
O croqui habitado
Animais urbanos
Ação e movimento
Retratos urbanos
A expressão
 
Capítulo 4. A escolha de um tema
A vida na rua
A vida em um parque
Meios de transporte
Espetáculos
A vida profissional
Croquis nas férias
Prédios
Cafeterias, bares e restaurantes
Celebrações
Problemas sociais
Eventos que merecem ser notícia
 
Índice
Créditos
Lee un fragmento
Lee un fragmento

Texto da introdução

Fazer croquis in loco tem um apelo universal, pois o croqui não exige teorias ou ideias artísticas complexas ou floreadas. Tudo está diretamente à sua frente, e o artista apenas precisa esboçar aquilo que ele vê. Para o artista que está cansado de ficar isolado em seu estúdio, fazer croquis na comunidade também é uma mudança fascinante. Quanto mais você sair para registrar graficamente os eventos, mais se tornará um repórter cidadão. As ferramentas necessárias são apenas um lápis e uma folha de papel, então é fácil para qualquer um começar. Artistas do mundo inteiro têm documentado suas culturas únicas e aprendido uns com os outros, pois a internet possibilita que todos possam trocar ideias e aprender com seus colegas.

Na verdade, qualquer um pode desenhar. Como artista, sempre admirei os desenhos infantis, por sua extrema sinceridade. Muitas pessoas param de desenhar porque acham que seus trabalhos não são tão bons quanto os de outras pessoas. Porém, se você não se comparar com os outros artistas e apenas se esforçar para melhorar seu trabalho um pouquinho a cada dia, sempre sentirá prazer fazendo croquis no local. Não me entenda mal, fazer croquis é uma tarefa árdua, mas o que você mais precisa é a habilidade de diminuir seu ritmo e parar para observar. A televisão e o cinema têm cortes a cada um ou dois segundos, fazendo parecer que a vida está passando a um ritmo alucinante. Os fotógrafos tiram uma fotografia e imediatamente seguem adiante. Você precisa aprender a calcular quanto tempo levará para fazer um croqui e estar disposto a dedicar esse tempo todos os dias. Eu levo de uma a duas horas para fazer cada croqui. Às vezes fico insatisfeito durante seu progresso, pois nenhum trabalho é perfeito. É importante aceitar as falhas e seguir adiante. Talvez você olhe para o desenho alguns dias depois e se dê conta de que ele não ficou nada mal. Não sendo o pior croqui que já fez, você precisa aceitá-lo, compartilhá-lo e seguir em frente.

As pessoas reagem a um croqui de um evento de maneira diferente que reagiriam a uma fotografia. Há algo mais pessoal e direto em um croqui; as pessoas reconhecem o talento e a paciência que são necessários para completar um croqui. Hoje somos constantemente bombardeados com imagens fotográficas, e um croqui se destaca por sua natureza verdadeiramente única. As pessoas, especialmente as crianças, veem sua elaboração como um processo mágico e farão uma pausa para olhar por cima de seus ombros. Depois que responder a algumas perguntas ou fizer uma piada, você poderá continuar trabalhando, e em seguida elas te deixarão trabalhar em paz. Esses encontros casuais frequentemente levam a outras oportunidades para fazer croquis e, às vezes, resultam em novas amizades. Quando você começar a procurar oportunidades, acabará descobrindo coisas que estão acontecendo em sua comunidade e que até então lhe passavam totalmente despercebidas. Se você mantiver uma mente aberta e curiosa, jamais ficará sem histórias interessantes para contar por meio de um croqui e de sua percepção pessoal.

As mídias sociais possibilitam a um artista estar ciente dos eventos à medida que eles acontecem, e com elas você pode compartilhar seu trabalho com as outras pessoas de modo tão rápido quanto o das mídias tradicionais como os jornais e as redes de televisão. Ao passar a compartilhar online seus croquis e seus relatos, você se tornará um repórter e merecerá ter acesso a eventos que gostaria de cobrir. Parte de seu trabalho será encontrar eventos e descobrir maneiras de ter acesso a eles. Quanto mais você fizer croquis e reportagens de eventos diariamente, mais fácil será obter acesso. Depois de começar, cada dia se tornará uma aventura. Este livro lhe dará ideias sobre o processo artístico. Descubra o que funciona melhor para você e saia todos os dias para a rua, a fim de descobrir, por meio dos croquis, o mundo que lhe rodeia. Compartilhe suas experiências online e continue desenhando.

Manifesto dos desenhistas de croquis de ambientes urbanos
1. Desenhamos no local, seja na rua ou em um interior, registrando o que vemos por meio da observação direta.
2. Nossos desenhos contam a história de nossos entornos, os lugares onde vivemos e aqueles que visitamos.
3. Nossos desenhos são um registro do tempo e do lugar.
4. Somos fieis às cenas que testemunhamos.
5. Usamos qualquer tipo de técnica artística e valorizamos nossos estilos individuais.
6. Apoiamos uns aos outros e desenhamos juntos.
7. Compartilhamos nossos desenhos online.
8. Mostramos o mundo, um desenho de cada vez.

Copyright dos textos: os autores
Copyright da presente ediçao: Editorial Gustavo Gili SL

La prensa ha dicho
La prensa ha dicho

Urban Sketching

(Redação, Agitprop, 05/2015)

Acceder

«Há tempos ouço comentários sobre o fenômeno Urban Sketching, até mesmo na televisão. Trata-se de um grupo internacional, formado majoritariamente por arquitetos, ilustradores e artistas gráficos que usam a cidade como tema de seus desenhos realizados in loco.» (Redação, Agitprop, 05/2015)

Urban Sketching

(Redação, Agitprop, 12/2014)

Acceder

«Em Urban Sketching: guia completo de técnicas de desenho urbano, Thomas Thorspecken aborda desde alguns princípios básicos de desenho até questões específicas da crônica urbana ilustrada.» (Redação, Agitprop, 12/2014)

Urban Sketching

(Gabriela Amarello, Fast Food Cultural, 07/15)

Acceder

«O material possui uma estrutura dinâmica, sempre usando de imagens e caixas de textos explicativas, uma linguagem rápida e acessível, dando a oportunidade do leitor visualizar imediatamente aquilo ao que a informação escrita se refere, e pra mim foi um dos maiores pontos fortes da obra toda. » (Gabriela Amarello, Fast Food Cultural, 07/15)

Urban Sketching

(Redação, Arq!Bacana, 11/14)

Acceder

«Em quatro capítulos, o autor detalha quais instrumentos são necessários para alcançar desenhos lineares e coloridos, explica as habilidades e técnicas essenciais para croquizar no meio urbano e explora a diversidade de personagens e temas que podem compor a ilustração.» (Redação, Arq!Bacana, 11/14)

Urban Sketching

(Rafael Costa, Choco la Design, 12/14)

Acceder

«O conteúdo do livro é muito bom já que além de ser didático também apresentar vários trechos em que o autor relata fatos ocorridos em sua rotina de trabalho como ilustrador.» (Rafael Costa, Choco la Design, 12/14)

Urban Sketching

(Mateus Machado, Desenho Online, 08/15)

Acceder

«Os desenhos de espaços urbanos vem ganhando a cada dia mais admiradores, e essa obra com certeza tem uma boa bagagem para agradar esse público, pois aborda uma gama de técnicas de desenho, que compreende desde a teoria elementar até as técnicas mais específicas utilizadas pelos ilustradores dessa modalidade.» (Mateus Machado, Desenho Online, 08/15)

Urban Sketching

(Emanuel Souto, Papo de arquiteto, 08/14)

Acceder

«Dividido em quatro capítulos – Instrumentos e técnicas; Como passar ao meio urbano; Coloque pessoas e animais em seu mundo e A escolha de um tema – o guia traz desde explicações sobre a melhor seleção de lápis e de canetas, as tintas existentes, como misturar cores e que tipo de caderno escolher até explicações técnicas de desenho, como o desenho de figuras humanas, tipos de traçados, perspectivas e pontos de fuga.» (Emanuel Souto, Papo de arquiteto, 08/14)

Opiniones

DANOS TU OPINIÓN

Escribir Tu Propia Revisión

Estás revisando: Urban Sketching

¿Cómo valoras este producto? *