ENVÍO GRATIS A ESPAÑA en pedidos superiores a 20 €

Tudo aquilo que você não aprendeu na escola de artes
Mas que precisa saber para sobreviver como artista

Disponible

20,00 €

Você já terminou o curso de artes, já fez suas obras e possui o talento necessário – mas como fazer que elas sejam um sucesso? Para transformar sua paixão em carreira num ambiente tão competitivo como o mundo da arte, você precisa se tornar seu próprio gerente financeiro, comercial e de marketing – além de pesquisador, curador e administrador.

De uma forma esclarecedora e sem complicação, este livro é um guia que ajudará você a redigir sua primeira proposta, a ser representado por uma galeria e a lidar com as pressões do sucesso comercial, fornecendo todos os conselhos, exemplos concretos e a inspiração necessária para você sobreviver e prosperar como um artista atuante.

Descripción técnica del libro:

12 x 18cm
224 páginas
Portugués
ISBN/EAN: 9788584520923
Cartoné
2017
Descripción
Descripción

Detalles

Você já terminou o curso de artes, já fez suas obras e possui o talento necessário – mas como fazer que elas sejam um sucesso? Para transformar sua paixão em carreira num ambiente tão competitivo como o mundo da arte, você precisa se tornar seu próprio gerente financeiro, comercial e de marketing – além de pesquisador, curador e administrador.

De uma forma esclarecedora e sem complicação, este livro é um guia que ajudará você a redigir sua primeira proposta, a ser representado por uma galeria e a lidar com as pressões do sucesso comercial, fornecendo todos os conselhos, exemplos concretos e a inspiração necessária para você sobreviver e prosperar como um artista atuante.

Annabel Tilley faz desenhos inspirados na história da pintura inglesa e em coleções de museus. Uma das finalistas do Jerwood Drawing Prize, ela já fez exposições em vários lugares, entre eles, a galeria Fruehsorge Contemporary Drawings, em Berlim. Também ministra palestras sobre prática profissional para artistas em universidades.

Rosalind Davis é formada pelo Royal College of Art (2005) e pelo Chelsea College of Art (2003). Ela já realizou exposições nacionais e internacionais, trabalhou com mais de seiscentos artistas como curadora e foi escolhida para ser um dos embaixadores da instituição artística UK Young Artists em 2016.

Índice de contenidos
Índice de contenidos

Sumário

Introdução

Depois da escola de artes
Como faço para me tornar um artista?
Identidade artística
Ter ou não um ateliê?
Colegas e redes de contatos
Oportunidades

Comunicação
Identidade e formas de expressar sua prática artística
Como escrever uma declaração do artista
A biografia do artista
O currículo do artista
Falar sobre seu trabalho
Apresentação
Sites
Materiais impressos
Mailing lists
Newsletters
Mídias sociais
Blogs

Representação
Exposições
Modelos de galeria
Entrevista: Richard Galpin, artista – Sobre a representação por galerias e o sucesso comercial
Estudo de caso: Coline Milliard – Como se dar bem como artista
Tipos de exposição
Considerações sobre exposições e projetos
Como se preparar para uma visita ao ateliê
Colecionadores

Projetos e propostas
Curadoria e projetos independentes
Estudo de caso: Nick Kaplony – Sobre curadoria
Estudo de caso: Lucy Day e Eliza Gluckman – Parceria curatorial
Estudo de caso: Tom Jeffreys – Sobre pensar além da esfera artística
Estudo de caso: Echo Chamber, 2014
Propostas
Residências
Estudo de caso: Sharon Haward, “Este pássaro voou” – Uma curta residência em um lugar frio. Ateliê Austmarka, perto de Oslo, na Noruega
Estudo de caso: Annabel Tilley – Artista residente
Encomendas
Entrevista: Richard Perry, StarStone – Encomenda de arte pública. Condado de Armagh, na Irlanda do Norte
Trabalhar com museus
Press releases

O negócio de ser um artista
Como se organizar
Contratos de consignação
Direitos autorais
Questões sobre dinheiro
Como se sustentar
Estudo de caso: Harry Pye – Sobre trabalhar na Tate Britain
Estudo de caso: Dr. Jeremy Turner, professor titular/coordenador do curso de Belas-Artes, Universidade de Chester – Faca de dois gumes
Estudo de caso: Neill Fuller – Pinturas 50×50
Estágios e trabalho não remunerado

Filosofias para sobreviver e prosperar como artista
Annabel Tilley – Sobre Kafka e o custo de vida
Rosalind Davis – Moda, sucesso, tempo e fracasso
Entrevistas e filosofias

Expandir sua prática artística
Colaborações artísticas
Estudo de caso: Colaboração – Gibson/Martelli
Estudo de caso: Colaboração – Catalyst: uma exposição e colaboração artística entre seis artistas

Conclusão
Como você sobrevive como artista?
Índice remissivo
Agradecimentos

Lee un fragmento
Lee un fragmento

Texto da introdução

Introdução

Rosalind Davis e Annabel Tilley

Os cursos de belas-artes podem ter os mais variados tamanhos e formatos, a partir de muitas perspectivas diferentes. A maioria procura desenvolver a capacidade criativa e conceitual dos alunos para que eles se manifestem como profissionais independentes, com uma compreensão do contexto histórico e contemporâneo em que sua obra se encontra.  

Tudo aquilo que você não aprendeu na escola de artes não foi escrito como uma crítica à formação em belas-artes, mas como um complemento dessa formação – um manual de dicas práticas, ferramentas, conselhos e filosofias sobre o desenvolvimento profissional – para preparar você como artista para o que acontece no mundo fora dos limites da educação artística formal.

Com o tempo, sua prática o levará a um constante desenvolvimento pessoal e profissional à medida em que você conciliar todos os aspectos de construir uma carreira no mundo da arte. Por necessidade própria, o artista precisa se tornar seu próprio gerente comercial, financeiro, de vendas e de marketing, seu próprio pesquisador, curador e administrador; em última análise, o gestor de sua carreira como artista. É imprescindível ser ativo e se envolver com o progresso, o direcionamento e a promoção dessa carreira. Além disso, há muitos tipos de mundos da arte, diferentes níveis e hierarquias em que a carreira de um artista pode se inserir. É importante levar em consideração o que você espera do seu e como pode construir uma prática sustentável dentro desse mundo que o incentive e alimente.

Não há planos de carreira preestabelecidos ou fáceis para um artista e, infelizmente, não existem bilhetes premiados. Este livro se destina a fornecer as ferramentas necessárias para capacitar e incentivar você a ser tão criativo e empreendedor em sua carreira quanto em sua prática artística. Queremos dar ideias, exemplos e informações para que você possa dirigir sua própria carreira, e para isso reunimos um conjunto de vozes profissionais do mundo da arte – curadores, escritores, representantes de galerias e artistas exemplares – para transmitir ideias e conhecimentos a partir de suas próprias experiências, especialidades e perspectivas a fim de ajudar você em sua jornada.

Copyright dos textos: os autores
Copyright da presente ediçao: Editorial Gustavo Gili SL

Opiniones

DANOS TU OPINIÓN

Escribir Tu Propia Revisión

Estás revisando: Tudo aquilo que você não aprendeu na escola de artes

¿Cómo valoras este producto? *