ENVÍO GRATIS A ESPAÑA en pedidos superiores a 20 €

Nova York delirante

Un libro de Rem Koolhaas

Disponible

33,33 €

Manhattan é o cenário onde se encena o último ato da civilização ocidental. Com a explosão demográfica e a invasão de novas tecnologias, Manhattan se converteu, desde meados do século XIX, no laboratório de uma nova cultura, a da congestão. É uma ilha mítica onde se torna realidade o inconsciente coletivo de um novo modo de vida metropolitano, uma fábrica do artificial onde o natural e o real deixaram de existir.

Nova York delirante é um 'manifesto retroativo', uma interpretação da teoria não-formulada que rege o desenvolvimento de Manhattan. Este livro, polêmico e premonitório (escrito por um dos mais instigantes arquitetos e teóricos da atualidade) ilustra as relações entre um universo metropolitano mutante e a singular arquitetura que pode produzir; e afirma também que, com freqüência, a arquitetura gera a cultura.

Descripción técnica del libro:

17 x 24cm
268 páginas
Portugués
ISBN/EAN: 9788425222481
Rústica
2008
Descripción
Descripción

Detalles

Manhattan é o cenário onde se encena o último ato da civilização ocidental. Com a explosão demográfica e a invasão de novas tecnologias, Manhattan se converteu, desde meados do século XIX, no laboratório de uma nova cultura, a da congestão. É uma ilha mítica onde se torna realidade o inconsciente coletivo de um novo modo de vida metropolitano, uma fábrica do artificial onde o natural e o real deixaram de existir.

Nova York delirante é um 'manifesto retroativo', uma interpretação da teoria não-formulada que rege o desenvolvimento de Manhattan. Este livro, polêmico e premonitório (escrito por um dos mais instigantes arquitetos e teóricos da atualidade) ilustra as relações entre um universo metropolitano mutante e a singular arquitetura que pode produzir; e afirma também que, com freqüência, a arquitetura gera a cultura.

Rem Koolhaas (Róterdam, 1944) es arquitecto por la Architectural Association de Londres. En 1975 fundó, junto a Elia y Zoe Zenghelis y Madelon Vriesendorp, Office for Metropolitan Architecture (OMA) y posteriormente AMO, la vertiente teórica y más propagandista de OMA. Es uno de los arquitectos contemporáneos cuyo trabajo profesional y obra teórica han ejercido mayor influencia en la arquitectura de las últimas décadas. Autor del celebrado S, M, L, XL (1995), en español la Editorial Gustavo Gili ha publicado Delirio de Nueva York (2004), Sendas oníricas de Singapur. Retrato de una metrópolis potemkin... o treinta años de tabla rasa (2011) y Acerca de la ciudad (2015). 

Adrián Gorelik

Opiniones

DANOS TU OPINIÓN

Escribir Tu Propia Revisión

Estás revisando: Nova York delirante

¿Cómo valoras este producto? *